Blog / Pesquisas internas / Pesquisas Internas: como criá-las no Módulo de Formulários

Pesquisas Internas: como criá-las no Módulo de Formulários

Postado em 7/6/2022 10:21:58 AM

pesquisas internas

Pesquisas internas são importantes para analisar o clima organizacional, a reputação interna, a satisfação dos empregados, os problemas existentes no ambiente corporativo, a necessidade de treinamento, o engajamento das equipes etc.

As pesquisas internas também são o meio pelo qual os empregados podem expressar suas opiniões e fazer sugestões. 

A comunicação interna é uma via de mão dupla, ou seja, a empresa não só comunica, mas também ouve o que o público interno tem a dizer. 

É assim que se constrói uma comunicação interna que atua de maneira tática e estratégica para apoiar áreas internas da empresa.

Separamos 6 dicas essenciais para ajudar na criação de pesquisas internas infalíveis utilizando o Módulo de Formulários da Simplifica.CI, confira:  

1 – Definir o objetivo da pesquisa:

As pesquisas partem de um “problema de pesquisa”, que é uma situação que deseja explorar e solucionar. 

Reflita: Qual o seu problema de pesquisa? O que o questionário pretende explorar e solucionar? 

Todas as perguntas do questionário deverão estar focadas no problema de pesquisa e ao seu objetivo. 

Para elaborar as perguntas certas, é necessário que elas estejam alinhadas com o que você precisa obter a partir das respostas, que, posteriormente, servirão de embasamento para suas decisões.

2 – Definir o público-alvo 

Antes de elaborar o questionário, é preciso saber quem irá respondê-lo. 

O público-alvo impacta diretamente nos resultados da pesquisa interna.

Os entrevistados precisam entender as perguntas com clareza e se identificarem com elas. Assim ele fornecerá respostas genuínas. 

Então, ao criar as perguntas do seu formulário, tenha sempre em mente com quem você está falando. 

Escreva de uma maneira que seu público entenda. Considere o nível de escolaridade, utilize termos que ele já conhece, escreva de forma assertiva e chamativa. 

3 – Fazer um rascunho do questionário completo

Crie um documento de texto (você pode utilizar o Microsoft Word, o Google Docs ou o bloco de notas) para desenvolver uma primeira versão do questionário. 

Esse rascunho te ajudará a visualizar todas as questões e facilitará a organização da ordem das perguntas.  

É importante escrever todo o conteúdo e ler com calma para entender se a lógica das perguntas está fazendo e se o questionário está coerente. 

Leia também: Como fazer pesquisas internas estratégicas

4 – Selecionar os tipos de perguntas para o formulário

Há vários tipos de perguntas que podem ser utilizadas no formulário. A seleção dependerá do objetivo de cada pergunta e do formato esperado das respostas. 

No Módulo de Formulários, elaborado pela Simplifica.CI estão disponíveis os seguintes tipos de perguntas

Texto Único: 

Esta opção permite que o empregado escreva o que quiser quando se busca uma resposta curta e objetiva.

Não há limites de caracteres, portanto, se necessário também é possível usá-lo para respostas extensas.

Checkbox: 

Utilizando esta opção, você poderá solicitar múltiplas informações. O seu empregado poderá selecionar quantas opções desejar, sendo muito útil para organização de ações e para alinhar as expectativas junto ao público interno.

Radiogroup: 

Esta opção é muito útil quando se busca uma resposta exata sobre algum assunto, pois, por meio dela, o empregado poderá escolher somente uma das alternativas disponíveis.

Ela pode ser usada estrategicamente para colher as informações necessárias sobre o assunto tratado de forma direta. 

Dropdown

Aqui você encontra outra alternativa para obter uma resposta única, pois o público interno poderá selecionar apenas uma opção.
Esta opção é indicada para questões que possuem uma grande quantidade de alternativas, pois ela não demanda um grande espaço no formulário.

Comentário: 

Assim como a função “Texto único”, esta ferramenta permite que seu empregado disserte sem limites de caractere sobre o tema proposto, com a diferença sendo o tamanho da caixa de texto disponível que é mais propícia para um texto grande. 

Rating: 

Caso seja necessário colher notas sobre algo em seu formulário, por aqui você poderá criar sua própria avaliação.

Nas propriedades desta ferramenta você poderá estabelecer o valor da Avaliação Mínima e o valor da Avaliação Máxima e, neste intervalo, definir o valor do incremento da avaliação. Por exemplo: 

Caso você defina a Avaliação Mínima como 0, a Avaliação Máxima como 100, e o incremento da avaliação como 10, o formulário irá criar uma avaliação crescente de 10 em 10 algarismos.

Booleano: 

É bastante comum nos depararmos com esta ferramenta no dia a dia, o booleano é basicamente, um botão de seleção, onde o usuário deverá escolher entre duas opções específicas. 

Arquivo e Imagem: 

Caso seja necessário solicitar que seu público interno faça o upload de algum arquivo ou imagem, essas duas funções atenderão a necessidade. 

Ambas possuem a mesma premissa, sendo a maior diferença que a ferramenta “Imagem”, quando disponibilizada em um formulário enviado via Mobile, permitirá que o empregado acesse a câmera do próprio celular e tire uma foto na hora para o upload. 

Também é possível, por meio da plataforma, definir se a pergunta é obrigatória ou não, independente do tipo selecionado.

5 – Analisar se é preciso utilizar recursos adicionais 

Além das perguntas, faça uso também de quaisquer recursos adicionais para criar um questionário de pesquisa.

Ao abordar temas sensíveis, fazer perguntas mais complexas ou apresentar conceitos e ideias de novos produtos, você pode utilizar um texto de introdução para situar o entrevistado.

Você também pode utilizar imagens e vídeos no decorrer do questionário. Vale tudo para deixar a pesquisa interna mais acessível.  

6 – Testar o formulário

É importantíssimo testar os formulários de pesquisas internas previamente para validar se tudo está em seu devido lugar. 

Muitas vezes, ao nos dedicarmos com afinco a uma tarefa, erros podem passar despercebidos já que estamos totalmente inseridos naquele mesmo assunto há um tempo.

Na hora de testar, peça para algumas pessoas responderem ao questionário e avaliarem se ele é coerente, fácil de entender e a experiência é agradável.

Leia também: Pesquisa interna: qualitativa x quantitativa, qual é melhor?

pesquisas internas

Comece agora a simplificar a Comunicação Interna da sua empresa.

FALE COM UM CONSULTOR