Blog / Ações de CI / Dia das Mães: 5 ações de comunicação interna

Dia das Mães: 5 ações de comunicação interna

Postado em 4/12/2021 11:34:33 AM

Dia das Mães

Como surgiu o Dia das Mães:

A data comemorativa do Dia das Mães surgiu em maio de 1908, nos Estados Unidos, e foi criada por Anna Jarvis com o objetivo de homenagear a sua mãe Ann Jarvis, que ficou conhecido por realizar diversos trabalhos sociais juntamente de outras mães, no período da Guerra Civil Americana (1861 – 1865).

Como forma de homenagear, não só Ann Jarvis, mas todas as mães, ficou estabelecido, em 1914, pelo Congresso norte-americano e pelo presidente do país, na época Woodrow Wilson, que o segundo domingo de maio seria a data oficial para a celebração do Dia das Mães.

Outros países tais como a Dinamarca, a Alemanha, a Austrália, a Malásia e o Uruguai comemoram o Dia das Mães segundo a tradição norte-americana: no segundo domingo do mês de maio.

Já a Noruega comemora a data no segundo domingo de fevereiro; a Argentina comemora no terceiro domingo de outubro; o Líbano, em 21 de março (início da primavera no Hemisfério Norte); a Rússia e a Sérvia comemoram a data no dia 8 de março, por exemplo. Independentemente de qual data se comemora o Dia das Mães, o que importa é homenagear essa figura tão importante na vida de todos.

O Dia das Mães no Brasil:

Em 5 de maio de 1932 o presidente Getúlio Vargas emitiu o decreto nº 21.366 que oficializou o Dia das Mães no Brasil. A data passaria a ser comemorada em todo o segundo domingo de maio com o objetivo de celebrar “os sentimentos e as virtudes do amor materno”.

Para retribuir todo amor, carinho e dedicação que as mães têm com seus filhos, a tradição brasileira visa presentear as mães e homenageá-las com mensagens de afeto.

Mãe é quem…

De acordo com o Direito, “os laços de sangue apenas não são suficientes para garantir um parentesco, por isso uma família é constituída a partir do vínculo afetivo existente entre seus componentes. No entanto, ressalte-se que o afeto só se tornará juridicamente relevante quando exteriorizado na vida social dos membros da família através da prática, por exemplo, de condutas atinentes à autoridade parental, não bastando o mero sentimento de carinho.”

Sendo assim, aquela conhecida frase “mãe é quem cria”, não deixa de ser verdade. Há pessoas cujas avós, madrinhas, tias, mães adotivas, e até mesmo os pais cumprem o papel materno.

Cuidados a serem tomados durante o planejamento das ações

Nem todos os empregados cultivam um relacionamento com suas mães, por isso é preciso muito cuidado na hora de planejar uma ação interna para o Dia das Mães 2021. Há também a possibilidade das mães de alguns dos colaboradores já terem falecido e, por isso, se torna “doloroso” para eles comemorarem ou se lembrarem dessa data.

A dica é: conheça os colaboradores. Se sua empresa for muito grande, com muitos funcionários, o essencial é pensar em ações mais neutras, por exemplo, homenagear apenas as colaboradoras que são mães e não buscar fazer uma homenagem às mães dos colaboradores.

Ações internas na pandemia

Com a pandemia do novo coronavírus, tornou-se ainda mais desafiador promover ações internas nas empresas. Sabemos que nem sempre é possível adaptar aquela ação bacana para o meio digital, mas isso não quer dizer que você não possa planejar uma boa ação, afinal o Dia das Mães é uma data importantíssima e merece ser comemorada.

Para te ajudar no planejamento, preparamos algumas dicas e sugestões de ações para fazer na sua empresa, confira:

1 – Gravação de depoimentos

Um momento que faz toda mãe se emocionar é quando os filhos se abrem para falar sobre o sentimento que têm pela figura materna. Você pode pedir para os filhos das colaboradoras da empresa que são mães gravarem um breve depoimento, com o celular mesmo, e depois juntar todos os vídeos em um só para passar em uma reunião na qual a equipe das colaboradoras mamães ou toda empresa estiver presente.

Pode-se também compartilhar o vídeo nas redes da empresa e os colaboradores podem divulgar compartilhando em suas redes. Se caso a sua empresa não tiver colaboradoras mamães, você pode pedir para os colaboradores gravarem um vídeo para suas mães e disponibilizá-lo a eles para que enviem a suas mães. Para te ajudar a orientar a gravação dos vídeos, confira nossa checklist para produzir vídeos internos incríveis.

2 – Day Off

O Day off é permitir que as colaboradoras mamães tirem um dia de folga para passarem com seus filhos. Embora a pandemia tenha possibilitado a convivência diária entre pais e filhos, muitos deles, que estão fazendo home office, têm que equilibrar os horários dentro de casa e se dividirem entre trabalho, casa e família, por isso, muitos pais, embora estejam em casa, não estão conseguindo aproveitar o tempo com seus filhos. O Day Off pode possibilitar bons momentos em família e memórias eternas, sem contar que as mamães ficarão gratas pelo presente.

3 – Vídeos de homenagem

Nesta época do ano, quando o Dia das Mães vai se aproximando, somos impactados com diversos vídeos e propagandas os quais homenageiam as mães. E cá entre nós, sempre nos emocionamos com cada homenagem. Como não se mexe em time que está ganhando, é sempre uma boa aposta criar um vídeo com mensagens de agradecimento, afeto e reconhecimento para as mamães. Você pode criar um vídeo simples, apenas com imagens, música e texto, ou até mesmo utilizar vídeos já prontos na internet. O importante mesmo é pensar com carinho e imaginar se as mães vão gostar e se elas se emocionarão com os vídeos. Ah, pode-se também passar os vídeos na TV Corporativa, caso as colaboradoras não estejam fazendo home office.

4 – Oferecimento de brindes

Quem é que não gosta de ganhar presentes!? Mesmo os presentes mais simples aquecem nosso coração e suscita o sentimento de gratidão. Para o Dia das Mães pode-se presentear com canecas, chaveiros, porta-retratos, quadros decorativos, bloco de notas, canetas ou necessaires, todos esses itens podem ser personalizados para ficarem literalmente a cara das mamães. A empresa também pode oferecer vale-presentes em lojas de departamento, assim fica mais fácil de agradar a todas. Mas não se esqueça de enviar juntamente com o vale-presente uma mensagem carinhosa, assim, as mulheres presenteadas verão que pensou-se na ação com muito cuidado e carinho.

5 – Cartões digitais

Em época de pandemia, ficou difícil até mesmo enviar e receber cartões nas datas comemorativas. Entretanto estamos na era da tecnologia e hoje temos a possibilidade de criar cartões digitais personalizados com frases, fotos e imagens.

Ótimos sites para criar esses cartões são o Canva que possui inúmeros designs gratuitos editáveis e disponíveis para download e o Trakto com o qual pode-se criar artes e possui um banco de imagens e ícones ilimitados.

Você pode criar alguns modelos para os colaboradores enviarem a suas mães e as colaboradoras da empresa que são mães podem receber por meio de um comunicado via e-mail, mobile ou desktop. Você também pode utilizar nossos designs personalizáveis de cartões digitais para o Dia das Mães, basta fazer o download de nosso Kit de Materiais clicando na imagem abaixo:

Dia das Mães

O que a empresa pode fazer pelas mães?

Muito mais do que simplesmente homenagear e presentear as colaboradoras que são mães, é essencial que a empresa discuta e implemente políticas voltadas à maternidade e à paternidade.

Listamos algumas dessas políticas

Ampliação das licenças maternidade e paternidade:

Em 2018, graças ao Programa Empresa Cidadã, ampliou-se a licença maternidade para mais 60 dias, sendo assim as colaboradoras têm o direito garantido por lei de permanecerem em casa por até 180 dias.

Ampliou-se também a licença paternidade para mais 15 dias (além dos 5 obrigatórios), sendo assim, os colaboradores têm direito garantido por lei de permanecerem em casa por até 20 dias.

Orientação especializada pós-parto:

Após o parto, algumas empresas contratam um profissional de enfermagem para que oriente os pais sobre os cuidados que eles têm que ter com o bebê. Esse profissional, entre outras coisas, dá dicas de como dar banho no recém-nascido ou, por exemplo, explica qual o procedimento a ser feito se caso a criança engasgar.

Criação e utilização de salas de amamentação:

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), é muito importante incentivar o aleitamento materno até os 6 meses de idade das crianças, por isso faz-se necessário pensar no acolhimento das mães no retorno da licença maternidade.

Algumas empresas preparam um ambiente apropriado para que a amamentação e a retirada de leite materno aconteça dentro da corporação. Além de um ambiente tranquilo, as mamães podem utilizar poltronas disponíveis para amamentar e, depois disso, podem utilizar a geladeira para conservar o leite.

Implementação de jornadas flexíveis de trabalho:

Logo após o retorno da licença-maternidade, alguma empresas possibilitam às colaboradoras mamães cargas horárias flexíveis, por exemplo, na primeira semana de retorno da licença, a jornada dessas colaboradoras se reduz ou até mesmo o cumprimento dessa jornada pode ser feito por meio de home office e com o passar dos meses a carga horária vai aumentando até voltar ao período normal previsto na contratação.

Auxílio-creche ou creche no local de trabalho:

Alguns lugares disponibilizam um benefício financeiro a colaboradores que são pais e mães chamado “auxílio-creche”, assim eles podem pagar um lugar de confiança para deixarem seus filhos. Uma outra alternativa encontrada pelas empresas, foi a criação de creches dentro do próprio espaço corporativo.

É essencial que as empresas entendam melhor sobre a importância da adoção de práticas de gestão de pessoas voltadas para colaboradores que têm filhos. Dia a dia vamos evoluindo e nos tornando melhores, afinal, se o mundo está em constante evolução, por que não evoluir com ele?

Para finalizar, depois dessa reflexão, a SimplificaCI deseja com muito carinho a todas as mães um Feliz Dia das Mães!

Comece agora a simplificar a Comunicação Interna da sua empresa.

FALE COM UM CONSULTOR